Notícias

Por que ler Lacan? – pelos 120 anos de Jacques Lacan

Por que ler Lacan?

      

 

Jacques Lacan faria cento e vinte anos no próximo dia 13 de abril. Quarenta anos depois de sua morte, o legado de seu ensino não cessa de gerar movimentos de reunião e cisões entre analistas. Há algo muito vivo e radical na voz e na letra de Lacan, que produz efeitos sobre o Campo do Inconsciente. O psiquiatra, discípulo de Clérambault, tornou-se psicanalista a partir de seu “retorno a Freud”, mas não apenas - ele avança sobre o próprio campo fundado por seu antecessor e reinventa a Psicanálise.

Não há o leitor de Lacan, mas leitores de Lacan. O seu ensino interessa aos intelectuais, aos eruditos, aos que o articulam ao campo acadêmico e, finalmente, aos analistas praticantes. Ele, sem dúvida, frequentou diversos ambientes, onde foi chamado a intervir. Entretanto, depois de sua “excomunhão” da IPA, fundou, com aqueles que o acompanharam, a sua própria escola de analistas: Escola Freudiana de Paris. Dessa maneira, aqui nos referimos aos leitores de Lacan que, de algum modo, estão ligados a ele a partir desse ato: a fundação e permanência na Escola.

Ler Lacan não se restringe ao estudo intenso e à boa leitura de seus escritos e seminários. Por que lê-lo? Ler Lacan, a partir de um vínculo permanente com uma Escola, implica não recuar frente a sua grande contribuição: o Real. Incluir na própria experiência em intensão e na transmissão em extensão o real é não recuar diante do impossível do desejo do analista. Lacan vive entre nós!

Compartilhe nas mídias sociais:

Notícias

Ver todas as notícias
ESCOLA LACANIANA DE PSICANÁLISE - RJ

21 2294-9336
Av. Ataulfo de Paiva, 255 / 206
Leblon - Rio de Janeiro, RJ
CEP.: 22440-032

escola-lacaniana-marca-branca
i9W